Please Wait
… And I Try

José Eduardo Ramos Silva, Holanda, 1’19

A

Os rostos foram alterados para proteger os inocentes.
Please Wait
Surrealist Porn

Chris Phillips, Alemanha, 7’38

G | T | HT | P | X | FT

O desconhecido conhece, as coisas que nós normalmente sabemos mas não estamos atentos para. Poderia o pornô ser palco de um encontro com o surreal? A dinamica do processo de dependencia e desconstrução gera uma fantasia que oscila entre a presença e a ausência. Um sonho dentro de um sonho.
Please Wait
Fonte Invertida

Krefer, Brasil, 46”

H | E | FT

Uma escultura performática sobre arte e transformação. Ela come uvas que expele em forma de vinho sobre a boca dele.

 
Please Wait
Action Painting No. 1 / No. 2
Krefer, Brasil, 6’45
HT | NX | FT
Sexo como gesto criativo mútuo. Em Action Painting No. 1, ela responde aos movimentos dele arranhando suas costas. Em Action Painting No. 2, ele pinga cera de vela quente nas costas dela durante o ato.
Please Wait
Domestikia, Chapter 3: La Petite Mort
Jennifer Linton, Canada, 4’34
FT
Nossa heroína Madelaine, põe-se a ler em seu salão íntimo, quando um visitante inesperado chega. Então uma narrativa surreal de La Petite Mort se inicia, um conto de amor, traição e uma borboleta vingativa.
Please Wait

Fucking Alchemy: Rimbaud. Le monde a soif d'amour
XOT, Espanha, 8’22
G | X
O filme é uma versão pornográfica do poema "Voyelles" de Rimbaud.
Please Wait
No Artificial Sweeteners
The Madame, Canada, 4’55
H | E
Depois de uma festinha em casa, dois novos amigos compartilham de um chá matinal e libertinagem.
Please Wait
PIX
Antonio Da Silva, Inglaterra, 3’
A | G | X
Vivemos em tempos que a internet e as mídias sociais comandam nossas vidas. Gays abraçaram os encontros onle e vão alem da fast-foda. Para alguns perfis a exposição do corpo alimenta nosso lado narciso, enquanto pra outros a caçada voyer é infinita.